Primeiro artigo do Blog! Fazer a diferença!

Facebookgoogle_pluslinkedin

 

Olá Pessoal.

Este é meu primeiro “post” e gostaria de falar com vocês sobre “Fazer a Diferença”. Por alguma razão que desconheço, sempre me recordo da fábula abaixo. Me marcou profundamente. Ela representa 100% da minha missão com este Blog.

O jovem e as estrelas do mar

Numa praia tranquila, junto a uma colônia de pescadores, morava um velho escritor.
Todas as manhãs, ele passeava pela praia, olhando as ondas. Assim ele se inspirava e, à tarde, ficava em casa, escrevendo.
Um dia, caminhando pela areia, ele observou um vulto que parecia dançar. Chegou mais perto e viu que era um jovem pegando, na areia, as estrelas-do-mar, uma por uma e jogando-as depois de volta ao oceano.
– E aí? – disse lhe o jovem num sorriso, sem parar o que fazia.
– Por que você está fazendo isso? – perguntou o velho escritor, curioso.
– Não vê que a maré baixou e o Sol está brilhando forte? Se estas estrelas ficarem aqui na areia vão secar ao sol e morrer!
O velho escritor até que achou bonita e louvável a intenção do garoto, mas deu um sorriso cético e comentou:
– Só que existem milhares de quilômetros de praias por este mundo afora, meu caro. Centenas de milhares de estrelas-do-mar devem estar espalhadas por todas essas praias, trazidas pelas ondas. Você aqui, jogando umas poucas de volta ao oceano, que diferença faz?
O jovem se abaixou e apanhou mais uma estrela na praia, sorriu para o velho escritor e disse:
-Pra esta, eu fiz diferença.
Naquela tarde, o velho escritor não conseguiu escrever. A noite, mal conseguiu dormir. De manhãzinha, foi para a praia.
O jovem pegava as primeiras ondas do dia com sua prancha. Quando saiu do mar e foi para a areia, encontrou o velho escritor. Juntos, com o Sol ainda manso e começando a subir, começaram a jogar estrelas-do-mar de volta ao oceano”. ** Desconheço o autor.

Quero fazer a diferença na vida das pessoas! Pode ser apenas uma, mas StarThrowerjá valerá a pena.
A ideia do Blog é elaborar artigos sobre desenvolvimento pessoal e propor reflexões. Mais informações sobre o propósito do Blog clique aqui.

Se você gostou do post, me ajude a divulgar este trabalho.

Compartilhe!

Curta!

Abraço,
Vida que segue!
Jeferson.

Sugestão para reflexão:
1. Com qual velho escritor somos parecidos? O crítico e negativo? Ou o que no final apoia e ajuda a fazer a diferença?
2. Você tem arremessado estrelas ao mar? Tem convidado alguém para ajuda-lo?
3. Você já se sentiu como uma estrela-do-mar, lançada de volta ao mar, salva por alguém?
4. Você procurou agradecer? Caso negativo, ainda existe condições de agradecer?
5. Quantas vezes paramos de arremessar estrelas de volta ao mar, simplesmente porque alguém nos diz: “que não adianta”, “que não iremos mudar o mundo”?

Facebookgoogle_pluslinkedin

1 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *