Como introduzir o hábito da mentalização: um exercício simples que vai ajudar você a possuir maior clareza e foco

Facebookgoogle_pluslinkedin

Muito se fala atualmente sobre meditação, alta performance e também sobre “mentalização”. Procurei avaliar e fazer algumas experiências e o resultado tem se mostrado positivo.

O que tenho observado é que nossos pensamentos geram as atitudes. Logo, para termos boas atitudes, é necessário cultivar bons pensamentos. Essa foi uma “correlação” que consegui estabelecer com a prática da mentalização.

Se nos treinarmos para cultivar bons pensamentos, nossas atitudes vão seguir o mesmo caminho.

“Você é o que faz repetidamente. Excelência não é um evento, é um hábito.” Aristóteles

A mentalização é algo simples. A ideia é procurar ocupar a mente com pensamentos “nobres” e que descrevam/indiquem verdades básicas de nossas vidas. Se observarmos, na realidade estamos sempre pensando, pois nossa mente está sempre ocupada. Este processo é realizado por condicionamento. O ideal é incluir pensamentos positivos e reduzir a carga negativa que enfrentamos diariamente.

Quanto mais treinarmos nossa mente, mais poderosa ela se tornará, e consequentemente será maior a capacidade dela transformar nossas ideias, sonhos e metas em realidade. Portanto, quando você mentaliza, você está inserindo informações úteis e necessárias para gerar boas vibrações e bons pensamentos em sua mente.

Alguns optam por se desgastarem com pensamentos ruins (desgraças/negativismo) ou simplesmente ficam pensando em coisas inúteis. Concorda que estas pessoas irão gastar boa parte da sua energia para não progredirem ou resolverem seus problemas? São apenas pensamentos ruins que se transformam em atitudes que nos desgastam, cansam e desanimam. Não cometa este equívoco!

Deixe seu e-mail abaixo e receba artigos e dicas imperdíveis para ter sucesso pessoal e profissional! É gratuito!

Fortalecer nossa capacidade de gerar bons pensamentos e emoções é algo que podemos aprender e exercitar diariamente. Percebi que os exercícios de concentração, mentalização e meditação proporcionam isso de uma forma gradativa. No começo parece que não está ocorrendo nada, mas aos poucos você começa a perceber que possui maior clareza para tomar decisões e visualizar as situações com um olhar mais abrangente/amplo.

Este é um relato de alguém que era bem cético quanto a estas práticas, e aos poucos vem conseguindo incluir estes hábitos em sua rotina. Hoje consigo “meditar”, que nada mais é do que esvaziar a mente e pensar/refletir com intenção. Todos nós fazemos isso invariavelmente, é que hoje, é um pouco “moda” dizer que vai meditar.

O mais importante na minha visão é conseguir/permitir um processo de reflexão em um estado de relaxamento. Na minha opinião não é nada muito complexo. Podemos fazer exercícios simples (de 5 a 10 minutos), mas que nos permitem trazer muita clareza para o nosso dia a dia.

“Se você é vítima, a solução vem do outro. Se você é guerreiro, a solução vem de VOCÊ.” Autor Desconhecido.

A mentalização é a direção que uma mente focada” precisa. Novamente: no início é um pouco complicado esvaziar a mente e ficar focado, mas aos poucos nos acostumamos. Eu utilizo um aplicativo para meditar chamado HeadSpace. Existem outros inúmeros aplicativos que você pode utilizar. O importante é não se cobrar demasiadamente e fazer o exercício com constância.

O primeiro passo é aprender a “esvaziar” nossa mente. Pode ser realizado com uma simples prática de “respiração”.

O exercício abaixo ajudará você a entrar em um estado de calma, tranquilidade e paz, a partir da respiração.

Comece inspirando lentamente e profundamente pelo nariz, mantendo o ar preso por alguns segundos.  Lentamente solte o ar pela boca e logo depois retenha o ar novamente.

Execute este procedimento sete vezes. Na hora de expirar, pense que está eliminando todos os pensamentos agitados, confusos e negativos.

Caso perceba que ainda não realizou o exercício com atenção suficiente, faça-o novamente. Se preferir, pode ser realizado com os olhos fechados, mas não é obrigatório.

Durante o exercício procure adotar uma atitude mental de que neste momento você está “se refazendo”. Pense que na próxima inspiração você absorverá a energia necessária para o seu bem-estar mental e físico.

A ideia com a respiração é que você vai aprendendo a “deixar sua mente quieta”, sob controle da sua vontade.

Com a prática, você vai perceber os benefícios desta simples técnica.

Apenas isso?! Não senti nada, continuo exatamente o mesmo de antes do exercício! Isso é o que alguns vão dizer, e foi exatamente o que ocorreu comigo no início. Supostamente eu não estava sentindo nada diferente, mas sim, as coisas estavam ficando mais claras, e eu não estava conseguindo ter esta percepção. Apenas com a prática é que passamos a ter esta consciência.

Depois que você já respirou e conseguiu esvaziar um pouco a sua mente, você precisa aprende a criar e dar forma a sua realidade (mentalização) de maneira a despertar dentro de você um sentimento para colocar “em prática tudo o que é necessário para chegar onde você deseja”.

Após aquietar a mente, é o momento de introduzir uma “mentalização positiva”.

Realize o seguinte exercício: treine sua mente para assim que acordar (ou após realizar o exercício de respiração), fazer uma programação mental da sequência do seu dia. Mentalize tudo que será realizado, e algo que você “queira” que aconteça. Faça isso diariamente, canse sua mente com estas mentalizações.

Agora vem a parte mais importante! É imprescindível junto com o treino de mentalização, “você partir para a ação”, ou seja, não espere as coisas acontecerem como em um passe de mágica. Não estou falando de mágica!

Levante-se e trabalhe para realizar seus planos. É hora de partir para a ação! Não espere que as coisas ocorram sozinhas, isso não existe. Precisamos agir e não esperar que os outros lutem pelos nossos sonhos. Ação!

A mentalização produzirá “sentimentos/ambiente/ondas” características à suas aspirações, e o universo começa a conspirar a seu favor. Novamente: sem ação, você não vai chegar a lugar algum!

Escrevendo este artigo, me recordei de uma piada. É bem curtinha… Dei o título na piada: Salvo por Deus!

Durante uma enorme enchente que houve em um vilarejo, um senhor muito religioso (fanático) não saia de sua casa de forma alguma. E a água subindo…

Quando a água chegou a seus pés, um bombeiro em um barco passou e o chamou para embarcar, e a resposta foi:

– Não, obrigado. Deus vai me salvar!

Quando a água já estava na cintura, veio um grupo de escoteiros num barco e ofereceu ajuda. E a resposta foi a mesma:

– Não preciso. Deus vai me salvar.

Quando a água já estava quase no pescoço, um helicóptero da Polícia Militar veio resgatando as últimas pessoas do vilarejo. O policial gritou para que o senhor subisse na corda a fim de salvar sua vida. E mais uma vez o “cabeçudo” respondeu:

– Não quero. Deus vai me salvar.

A água subiu e o homem morreu afogado.

Chegou ao céu e foi logo reclamando com Deus:

– Puxa… eu confiava muito no Senhor. Por que me deixou morrer? Por quê?

E Deus respondeu:

– Meu filho (acho que Deus quis dizer um palavrão!), mandei-lhe uma canoa, um barco e um helicóptero… O que mais você queria que eu fizesse?

É isso: mentalize! Mas parta para a ação. Observe o que está ocorrendo ao seu redor. Sinta os sinais…

Você facilitará a realização de suas aspirações, sincronizando suas mentalizações com “ações efetivas”.

Com a mentalização consciente e dirigida, podemos “aquietar” nossa mente (pensamentos), energizar a vida, descansar e possuir mais foco e disciplina. Veja quanta coisa boa!

Com o tempo e a prática, você notará que esta simples técnica é eficiente. Eu tenho percebido que várias “coisas mentalizadas”, seguidas de ações é claro, tem tornado possível concretizar as ações mentalizadas. Você começa a sentir-se uma pessoa mais realizada, confiante, plena e feliz!

Você pode realizar os exercícios de mentalização tomando banho, ao dirigir, ao caminhar, etc. Ou seja, não precisa “parar nossa vida” para mentalizar. É algo que temos que fazer com intenção.

No começo, se tiver dificuldade de concentração, fique quieto e parado para mentalizar. Quando tenho dificuldade, procuro apenas sentar confortavelmente em um local mais silencioso. Ao invés de se desgastar com coisas negativas, mentalize coisas boas para sua vida.

Faça esta experiência, você vai condicionar sua mente para estar 100% preparado para sua rotina!

Depois deixe um comentário, adoraria saber se você gostou do artigo e se os exercícios foram positivos para você!

Um grande abraço!

Vida que segue!

Jeferson Peres.

Nota.: ajude a divulgar este trabalho, compartilhe e curta! Se acredita que o artigo pode fazer o bem para algum colega, amigo ou familiar, indique a leitura.

Facebookgoogle_pluslinkedin

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *